sábado, 18 de fevereiro de 2012

Resumo da História Bíblica

 
Resumo Geral da História Bíblica


1 - Época Pré-Abraâmica
1.1. Período Antediluviano (4004-2348 a.C.). Vai de Adão ao Dilúvio, que relata a origem de todas as coisas. A longevidade da pessoa nesse tempo era extraordinária.
1.2. Período do Dilúvio a Abraão (2348-1921 a.C.). A origem dos povos e das línguas no mundo, ocorreu nesse período. As primeiras civilizações surgiram através dos filhos de Noé nesse tempo também.
    2 - Época de Israel
2.1. Período Patriarcal (1921-1635 a.C.). Foi esse o tempo dos dias da tríade patriarcal: Abraão, Isaque e Jacó e, também de José e seus irmãos de on­de vieram as doze tribos de Israel. Foi nesse período que teve início a história de Israel, tudo começou com a chamada de Abraão.
2.2. Período de Israel no Egito (1635-1491 a.C.). Abrange o tempo em que Israel ficou escravo no Egito e, sob cujo período nasceu o legislador Moisés.
2.3. Império Egípcio (1600-1200 a.C.). Teve grande importância para o desenrolar da história hebraica. Nele, Israel esteve presente até ser libertado por Moisés. Foi fundado por Mizraim(Gn 10.6,13).
2.4. Período de Israel no Deserto (1491-1451 a.C.). Foi a época que o povo de Israel mais experimentou a providência divina. Nesse período Deus atra­vés de seu representante Moisés, deu ao seu povo as suas leis, inclusive os Dez Mandamentos. A época do Tabernáculo e seus ofícios.
2.5. Período da Conquista de Canaã (1451-1444 a.C.). Este é o primeiro período de Israel em sua própria terra. Foi nele que o povo escolhido lutou sob ­o comando de Josué, sucessor de Moisés.
2.6. Período Teocrático (dos Juízes)(1425-1095 a.C.). Apesar dele ter sido governado diretamente por Deus, foi um dos mais tristes da história hebréia. Foi um tempo de apostasia de um povo obstinado e ingrato.
2.7. Período Monárquico (do Reino Unido)(1095-975 a.C.). Foi nele que o povo começou a ser governado por reis, cujo os primeiros foram os famosos: Saul, Davi e seu filho Salomão. Foi quando ocorreu a construção e a inauguração do famigerado Templo, a suntuosa Casa de Deus em Jerusalém.
2.8. Período do Reino Dividido (975-606 a.C.). Ele marca a decadência do reino, começando a expansão do Império Assírio após a divisão dos hebreus em dois reinos: Israel (Reino do Norte com sede em Samaria) formado por 10 tribos; Judá (Reino do Sul com sede em Jerusalém) formado apenas por 2 tribos (Judá e Benjamim).
2.9. Império Assírio (900-612 a.C.). Foi quem destruiu o Reino do Norte de Israel, em 722 a.C., cobrando tributo a Judá. Foi fundado por Assur (Gn 10. 22).
2.10. Império Babilônico (606-536 a.C.). Foi quem destruiu Jerusalém e levou Judá (Reino do Sul de Israel) para o cativeiro. Daniel esteve na cidade de Babilônia que era a principal do mundo. Foi fundado por Nabopolassar.
2.11. Império Persa (536-331 a.C.). Permitiu que os judeus voltassem do cativeiro e se reinstalassem como nação. Durante o domínio pérsico, Neemias re­construiu Jerusalém. Foi fundado por Ciro.
2.12. Império Grego (333-146 a.C.). Governou a Palestina no período entre o Antigo e o Novo Testamento. Foi fundado por Felipe II.
2.13. Período Intertestamentário (400 a.C.-4 d.C.). Foi a época em que Deus não usou nenhum profeta, permanecendo em silêncio profundo em relação ao seu povo por mais de 400 anos. Vai de Malaquias a João Batista. Um período em branco em que não houve revelação divina escrita (apenas histórica).
2.14. Período Macedônico (333-323 a.C.). Governado por Alexandre Magno, o grande soberano do Império Grego, que ao invadir a Palestina foi tolerante e benevolente para com os judeus.
2.15. Período Ptolomaico (323-204 a.C.). Durante o domínio dos reis gregos do Egito (os Ptolomeus), a cultura grega se fortaleceu, possibilitando a primeira tradução completa do Antigo Testamento, do hebraico para o koinê (um dialeto grego da camada popular), a chamada Versão dos Setenta ou Septuaginta; por ter sido feita por 72 eruditos hebreus. não era o koinê franco.
2.16. Período Selêucida (204-167 a.C.). Foi no governo dos reis gregos da Síria (os Selêucidas)  que  o  povo  judeu sofreu o maior insulto religioso. O Templo foi saqueado e profanado, e cópias das Escrituras foram queimadas. a fé judaica foi gravemente agredida.
2.17. Período Macabeu [Hasmoneano](167-63 a.C.). Foi o período da Independência Judaica, quando os hebreus sob o comando da família dos Macabeus (ou Hasmoneanos) se revoltaram e lutaram contra a helenização para recuperarem a liberdade religiosa e política.
2.18. Período Romano (63-4 a.C.). Foi no final deste período que Jesus Cristo nasceu.
    3 - Época do Cristianismo
3.1. Império Romano (146 a.C.-476 d.C.). Governava a Palestina quando o Se­nhor Jesus e os Apóstolos da Igreja Primitiva desempenharam seus ministérios públicos. Foi o responsável por algozes perseguições e atrocidades contra os cristãos dos primeiros séculos da Era Cristã. Outrossim, os judeus foram esmagados e despedaçados por esse nefasto império. A Igreja de Cristo teve seu berço nesse impérío que depois acabou assumindo duas formas. Foi fundado por Rômulo e Remo.
3.2. Império Romano Ocidental (395-476 d.C.). De suas ruínas surgiu o poder papal até o século XVIII. Foi a época dos Pais da Igreja.
3.3. Império Romano Oriental (Período Medieval) (476-1453 d.C.). Foi nesse tempo que surgiu a Inquisição, um nefando tribunal que só entre os anos 1540 e 1570 matou 900.000 cristãos, e na França em uma só noite (de São Bartolomeu), em 24/08/1572, ele matou aproximadamente 100.000 protestantes. A Idade Média, a propósito, é um período histórico de mil anos (V-XV), que começa com a queda do Império Romano Ocidental em 476 (Roma) e termina com a queda do Império Romano Oriental em 1453 (Constantinopla). Este tempo marca também o início da Reforma Protestante(1517). Esses governos, cada um em sua época, eram fortes e se julgavam in­vencíveis, mas foram todos superados por uma nova ordem mundial.

 Texto extraído do livro: A Bíblia Através dos Séculos, Antônio Gilberto, CPAD, Rio de Janeiro, 6ª edição, 1997, pp. 99-138.

Nenhum comentário:

Postar um comentário